terça-feira, dezembro 7
Shadow

O ex-presidente da Fifa fala sobre corrupção para escolha do Catar como sede Copa do Mundo de 2022

21 de novembro de 2021

O ex-presidente da Fifa fala sobre corrupção para escolha do Catar como sede Copa do Mundo de 2022O ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, comentou sobre a escolha do Catar para sediar a próxima edição da Copa do Mundo em 2022. Em entrevista no domingo (21), Blatter, que renunciou em 2015 devido a um escândalo de corrupção, chamou a escolha do Catar de “um grande erro” e aproveitou para dizer quem teria sido o grande responsável pela decisão, o ex-presidente da França Nicolás Sarkozy.

Sem a intervenção de última hora de Sarkozy sobre Platini, o Catar nunca teria tido à Copa do Mundo”, de acordo com o ex-cartola, que também relacionou este apoio à compra do Paris Saint-Germain por um fundo soberano catariano e “as principais atividades econômicas entre Catar e França”.


Blatter ainda fez acusações de que o ex-presidente francês teria recebido enorme valores para apoiar a escolha do Catar e criticou a investigação da Federação Internacional de Futebol. “Em decisões tão importantes como a atribuição de uma Copa do Mundo é muito possível que o dinheiro circule e que alguém o coloque no bolso“, disse Blatter, que considerou que a investigação aberta pela Fifa para o caso não foi “suficientemente rigorosa”.

Para fechar as declarações ele falou que a política foi levada em consideração. “Foi a primeira vez que uma intervenção política mudou uma grande decisão futebolística“, afirmou.

Sete estádios já estão prontos
Sem querer saber das polêmicas, o Catar segue entregando as arenas que vão sediar jogos da Copa do Mundo.

No último final de semana, o Estádio 974 foi oficialmente apresentado e sediará sua primeira partida no próximo dia 30 de novembro, quando Emirados Árabes Unidos e Síria se enfrentarão no dia de abertura da Copa Árabe da FIFA.

O estádio fica bem próximo da estação Ras Bu Abboud da Linha Dourada do metrô de Doha. O nome que pode parecer estranho, tem sentido, já que faz menção ao exato número de contêineres utilizados em sua construção, e também é o código de Discagem Direta Internacional (DDI) do Qatar.