segunda-feira, julho 4
Shadow

Convocações de jogadores do Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo prejudicam esquema tático dos clubes

Convocações de jogadores do Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo prejudicam esquema tático dos clubesAs Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 e Copa América se aproximando, os clubes brasileiros começam a ficar preocupados com as baixas em seu elenco. Com vários convocados, seja para a Seleção Brasileira ou não, os times vão precisar seguir na temporada da forma que for possível com garotos da base entre outras medidas.

Em determinados clubes, o cenário é ainda mais dramático. Flamengo com 10 convocados, Atlético-MG com 6 convocados e Palmeiras com 4 convocados, cederam vários jogadores para as seleções sul-americanas e agora terão que se virar para a sequência da temporada. Os clubes ficarão sem os atletas por cerca de duas semanas, num período em que a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro não serão paralisados.

Jogadores convocados:

Flamengo: Everton Ribeiro, Rodrigo Caio, Gabriel, João Fernando e Daniel Cabral (Seleção Principal); Gerson e Pedro (Seleção Olímpica); Giorgian De Arrascaeta (Seleção Uruguaia); Mauricio Isla (Seleção Chilena) e Piris da Motta (Seleção Paraguaia).

Atlético-MG: Guga e Guilherme Arana (Seleção Olímpica); Alan Franco (Seleção Equatoriana); Júnior Alonso (Seleção Paraguaia); Vargas (Seleção Chilena) e Savarino (Seleção Venezuelana).

Palmeiras: Weverton e Gustavo Gómez (Seleção Principal); Gabriel Menino (Seleção Olímpica) e Viña (Seleção Uruguaia).

Dos três clubes, mesmo que o Flamengo tenha sido o que mais liberou atletas, o Atlético-MG é o mais prejudicado. Isto porque, apesar de ter um banco qualificado, o Galo não tem peças de reposição ao nível dos atletas convocados: Guga, Arana, Alonso e Savarino são muito importantes para Cuca, Vargas e Franco também são peças fortes no time.

Mais uma vez a CBF mostra seu favoritismo pelo Flamengo ao adiar os jogos da Copa do Brasil e do Brasileirão do clube carioca, já as partidas do Atlético e Palmeiras seguem inalteradas.

O Palmeiras, por sua vez, mesmo com quatro baixas superimportantes, que vão desfigurar o seu sistema defensivo de Abel Ferreira, tem um elenco mais robusto e com maior capacidade para absorver os desfalques. Essa é uma das grandes forças do Verdão.