quarta-feira, agosto 12
Shadow

Aos poucos futebol vai retornando a sua normalidade

Aos poucos, o mundo da bola começa a se adaptar ao “novo normal”. As principais competições europeias, se já não retornaram aos campos, estão com as datas marcadas. No Brasil, alguns campeonatos estaduais já retornaram também às atividades. Para os clubes paulistas, a hora é de afinar os últimos preparativos porque, enfim, todas as competições já têm data para recomeçar.

As últimas que ganharam um dia na agenda foram as sul-americanas. Na semana passada, a Conmebol divulgou após reunião por videoconferência o retorno das suas competições: a Libertadores da América volta dia 15 de setembro e a Sul-Americana, em 27 de outubro.

Até a paralisação em razão do coronavírus, em março, haviam sido disputadas apenas duas rodadas da fase de grupos da Libertadores. Então, faltam 11 datas para a sua conclusão: quatro da fase inicial, duas das oitavas, duas das quartas, duas das semifinais e uma da final. No caso da Sul-Americana, que teve apenas uma fase disputada, faltam nove datas.

As finais das duas competições estão previstas para janeiro de 2021, atravessando a temporada de 2020. O “privilégio” de levar o torneio até o ano que vem não é exclusividade das competições da Conmebol. Com o calendário encurtado por conta das paralisações, esta também foi a solução encontrada pela CBF para os torneios nacionais. O Campeonato Brasileiro está marcado para iniciar em 9 de agosto e segue até fevereiro de 2021, mesmo mês que será encerrada a Copa do Brasil, que terá sua retomada em 26 de agosto.

Antes disso, os clubes de São Paulo ainda precisam finalizar o Paulistão que volta no próximo dia 22. O torneio tem duas rodadas da primeira fase a serem concluídas, além das quartas e semifinais, em jogo único, e as duas partidas da decisão.