quinta-feira, agosto 18
Shadow

Federação Internacional de Vôlei anuncia mudanças no formato para Paris 2024

26 de julho de 2022:..

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou mudanças no sistema de classificação olímpica e no sistema de disputa do vôlei para os Jogos de Paris 2024. Com a aprovação do Comitê Olímpico Internacional, a entidade diminuiu o número de Pré-Olímpicos, deu fim aos Pré-Olímpicos continentais e vai passar a adotar o ranking como sistema de corte. No fim, 12 seleções garantem a vaga olímpica. O formato também mudou: em vez de dois grupos de seis, como era até Tóquio, serão três chaves com quatro equipes na próxima edição.

A busca por uma vaga olímpica sofreu as maiores alterações. A França, por ser país-sede, já está garantida. Os outros onze lugares serão preenchidos de duas formas. Seis seleções em cada gênero vão se classificar através de dois torneios pré-olímpicos que serão realizados entre setembro e outubro de 2023.

As outras cinco vagas por gênero terão o ranking como base. A FIVB vai levar em consideração as cinco seleções mais bem ranqueadas. Mas, para respeitar o princípio de universalidade das Olimpíadas, terão prioridade possíveis continentes que ainda não tenham nenhuma equipe classificada. A ordem, então, será a seguinte:

1) Seleções de continentes que ainda não se classificaram;
2) Times mais bem ranqueados que ainda não se classificaram.

O formato de disputa também mudou. Agora, serão três grupos com quatro seleções em cada. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançam às quartas de final. As outras duas vagas serão para os dois melhores terceiros colocados.

A FIVB também anunciou mudanças na classificação pré-olímpica do vôlei de praia. Em Paris, serão 24 duplas por gênero, com um máximo de duas parcerias por país. A França, por ser o país-sede, já tem uma vaga. A classificação será através de três etapas:

1 – Os campeões mundiais de cada grupo em 2023 vão garantir uma vaga em Paris;
2 – As 17 duplas mais bem ranqueadas no Ranking Olímpico, baseado nos 12 melhores resultados no período entre 1° de janeiro de 2023 e 10 de junho de 2024, garantirão uma vaga;
3 – O país que vencer cada uma da Classificação Continental vai ter direito a uma vaga. A fase final dos cinco eventos finais será realizada entre 13 e 23 de junho de 2024.