terça-feira, janeiro 26
Shadow

Autódromo de Barcelona terá mudanças para etapas da F1 e MotoGP em 2021

Autódromo de Barcelona terá mudanças para etapas da F1 e MotoGP em 2021O Autódromo de Barcelona, que recebe o GP da Espanha de Fórmula 1 e o GP da Catalunha de MotoGP, terá uma modificação no traçado para as etapas de 2021, trazendo de volta uma versão modificada da velha curva dez, após pedidos de melhorias de segurança feitas pela FIA e a FIM. A versão original da curva 10 no circuito era para a esquerda, chegando em uma reta que terminava no topo da colina, para iniciar a curva 11.

Porém, a F1 abandonou essa versão da curva em 2004, favorecendo um modelo mais apertado para a esquerda, visando uma melhoria de segurança, apesar de seguir utilizando a chicane final nas curvas 14 e 15, que são criticadas por todos, em vez da versão original.

Já a MotoGP seguiu usando o layout original até 2016, quando a morte de Luis Salom, piloto da Moto2, na antiga penúltima curva levou à modificação. Devido à proximidade das barreiras na curva 10, a categoria passou a adotar a versão da F1.

Mudanças na área de escape na velha penúltima curva para 2018 deixou a chance para a MotoGP voltar a utilizar o formato original, mas preferiu seguir com a curva 10 da F1. Mas o circuito passará por uma renovação em cima da curva 10, a tempo das etapas que serão realizadas no local em 2021.

“Durante o mês de janeiro, o Circuito de Barcelona estará reformando o traçado de sua atual curva 10, localizada na entrada do lendário estádio. O projeto, que foi analisado pela FIA e a FIM, irá melhorar as condições de segurança para corridas de carro e de moto”.

“Tradicionalmente, a F1 usava a variante interna das curvas 10 e 11, enquanto a MotoGP usava o layout histórico. Porém, há alguns anos, a FIM decidiu usar o mesmo modelo das provas de carro”.

“Para a temporada de 2021, em acordo com a FIA e a FIM, o Circuito de Barcelona projetou uma variante nova e única para a curva 10, que ficará localizada entre os dois layouts. Essa mudança permitirá uma extensão da área de escape, aumentando a distância de segurança, além de representar uma volta às origens do traçado”.

As mudanças no circuito são uma em uma série de iniciativas acordadas pelas instituições responsáveis pela F1 e a MotoGP para um trabalho em conjunto visando a melhora da segurança nas pistas. Essa notícia vem após o anúncio feito no mês passado de que os circuitos que receberão a F1 e a MotoGP a partir de 2022 precisarão de painéis de LED instalados nos postos dos fiscais.
Fonte: Motorsport