terça-feira, outubro 20
Shadow

De volta a Fórmula 1, Fernando Alonso poderá fazer testes ainda este ano

De volta a Fórmula 1, Fernando Alonso poderá fazer testes ainda este anoApós dois anos fora, o piloto espanhol Fernando Alonso já está confirmado no grid da Fórmula 1 em 2021, em sua terceira passagem pela Renault, equipe pela qual conquistou seus dois mundiais. Equipe francesa, que passará a se chamar Alpine na próxima temporada, está conversando com a Federação para ver se consegue realizar um teste com o espanhol ainda em 2020.

A melhora na performance da Renault levou a um crescente interesse de Alonso pela equipe, acreditando que um retorno no próximo ano pode ter resultados melhores do que o esperado. Segundo o chefe da Renault, Cyril Abiteboul, a vontade de Alonso por voltar aumentou o interesse da equipe em colocar o espanhol no carro atual antes do fim do ano.

“Inicialmente, a ideia era de colocar ele no carro quando desse. Mas agora eu sinto que ele está querendo uma oportunidade, mesmo com o carro atual. Então estamos olhando, buscando uma oportunidade”. “Não estamos falando de um TL1 porque ele não precisa disso, dessa exposição. E precisamos organizar uma oportunidade ideal. Mas gostaríamos de vê-lo no carro porque é notável que ele tem interesse” disse Abiteboul.

Porém, a relutância da Renault em ceder um TL1 para Alonso deixa a equipe com poucas oportunidades, porque o regulamento de testes sofreu modificações nesse ano por causa da pandemia. Anteriormente, o teste de pós-temporada em Abu Dhabi era realizado ao longo de três dias e usado como espaço para pilotos jovens, além de análise dos pneus para a próxima temporada.

Porém, com a manutenção quase total dos pneus da Pirelli para o ano que vem, as equipes concordaram que o teste em Yas Marina seja reduzido para apenas um dia, com foco em pilotos jovens. O regulamento diz que as equipes podem ter dois carros para o dia e um cláusula determina que os pilotos elegíveis para o teste “não podem ter competido em mais de dois GPs de F1 ao longo de sua carreira, a menos que aprovado pela FIA”.

Isso significa que a Renault pretender ter a vasta experiência de Alonso para o teste, mas, para isso, precisa de permissão da FIA ou para ter o espanhol no carro ou para mudar o formato do teste. Com várias trocas de pilotos para o próximo ano, não é impossível que a Renault não esteja sozinha nessa situação, buscando adquirir quilometragem com os pilotos de 2021 em Abu Dhabi.