quinta-feira, agosto 13
Shadow

F1: Bottas quebra isolamento e viaja para Mônaco antes do GP da Hungria

F1: Bottas quebra isolamento e viaja para Mônaco antes do GP da HungriaEntre os GPs da Áustria e da Estíria de Fórmula 1, os pilotos Valtteri Bottas e Charles Leclerc quebraram o isolamento estabelecido pela FIA, voltando para Mônaco nos dias de folga. Com isso, as equipes foram notificadas pela FIA sobre a infração. Mas o aviso da Federação Internacional não fez nenhuma diferença para o finlandês, que voltou novamente ao principado antes do GP da Hungria.

Após a notícia circular, a FIA anunciou que enviaria uma advertência para a Mercedes e a Ferrari, mas não chegou a afirmar que, caso a história se repetisse, tomaria medidas mais drásticas.

Após o final do GP, durante entrevista Bottas já havia afirmado que seu plano para a semana era voltar novamente à Mônaco, e defendeu que, mesmo com a viagem, ele mantém sua bolha, porque está sempre com as mesmas pessoas.

Acho que não há razão para esconder: vou voltar pra casa novamente assim como na semana passada, obviamente ficando apenas com as pessoas que eu julgo necessárias, que são as pessoas que já estão comigo aqui: minha namorada e meu treinador. Esse é o plano“, disse Bottas.

As bolhas sociais são uma das principais ferramentas criadas pela FIA visando limitar as chances do vírus se espalhar pelo paddock. A Federação criou inclusive um delegado específico para lidar com assuntos relacionados à Covid-19, que escreveu a notificação às equipes de Bottas e Leclerc após a ‘escorregada’ da semana passada.

Enquanto Bottas vai para Mônaco passar alguns dias antes de voltar a se juntar à F1 na Hungria, boa parte da categoria passa por uma situação difícil no país. Na sexta, o governo húngaro anunciou novas restrições para pessoas com passaporte de fora da União Europeia.

Com isso, os cidadãos do Reino Unido, que compõem a maior parte da F1, terão que se submeter a fortes restrições. Entre elas, a possibilidade de circular apenas no autódromo e no hotel, sem poder ir para qualquer outro lugar. Quem quebrar essa norma pode ser multado ou até preso.

Até o momento, entre todos os testes feitos pela FIA nos presentes nas corridas, não houve nenhum resultado positivo.