quinta-feira, setembro 29
Shadow

Fifa estuda escalar árbitra mulher na final da Copa do Mundo

07 de julho de 2022:..

Fifa estuda escalar árbitra mulher na final da Copa do MundoMembro do comitê da Fifa que elabora políticas e discute as regras do futebol, o ex-jogador Cafu afirmou que a entidade pensa em escalar uma árbitra mulher em jogos muito relevantes da Copa do Qatar, incluindo a final. “Não adianta ser qualquer jogo, tem que ser abertura ou mesmo a final”, disse o Cafu.

A Copa do Qatar, que começa em novembro, será a primeira com arbitragem feminina. Seis mulheres (três árbitras e três auxiliares) foram selecionadas para romper uma hegemonia de 92 anos de arbitragem exclusivamente masculina em Mundiais. As seis, incluindo a bandeirinha catarinense Neuza Back, serão a exceção em um universo de 36 árbitros, 69 assistentes e 24 árbitros de vídeo (estes, todos homens).

O ex-lateral expôs os planos do comitê durante um evento da plataforma Twitter em São Paulo, no qual a empresa apresentou à imprensa e a profissionais do mercado publicitário seu planejamento para a cobertura do Mundial. Cafu afirmou ainda que a Fifa julgará a participação das árbitras e auxiliares mulheres na Copa “por seus erros e acertos técnicos” e argumentou que o gênero delas não será levada em conta na avaliação de eventuais erros.

As três árbitras para estrear na Copa são Stephanie Frappart, da França, Salima Mukansanga, de Ruanda, e Yoshimi Tamashita, do Japão. As assistentes serão Neuza Back, do Brasil, Karen Diaz Medina, do México, e Kathryn Nesbit, dos Estados Unidos.