quinta-feira, setembro 29
Shadow

Após perder 8 jogadores para a Seleção, Ceni tentar criar um Flamengo mais competitivo

Após perder 8 jogadores para a Seleção, Ceni tentar criar um Flamengo mais competitivoSe somada todas as receitas do Flamengo, o clube carioca passou a ter um nível muito elevado de receitas, através disso, tem a capacidade de realizar investimentos acima da média em atletas jovens e de alto nível, algo que hoje é visto apenas no milionário Palmeiras e no Atlético-MG.

No entanto, após montar um ótimo elenco, essas vantagens têm suas consequências, principalmente quando se fala sobre convocações para as Seleções. No atual momento, por exemplo, o Rubro-negro está desfalcado de 8 jogadores de seu elenco, convocados para disputarem as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 e amistosos pré Olimpíadas com a Seleção Olímpica de futebol. E como tudo indica, o Flamengo poderá, mais uma vez, perdê-los no período de Copa América e Olimpíadas, que começam já neste mês de junho.

Mesmo sem grande parte de seus jogadores do elenco, o técnico Rogério Ceni ainda possui uma qualidade em seu time superior aos demais clubes da Série A, podendo manter seu estilo de jogo em busca dos principais títulos que o Flamengo disputa nesta temporada.

Sem a possibilidade de contar com seus principais jogadores – como Pedro, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Gerson, Gabigol, entre outros -, é hora de Ceni apostar em uma escalação bem alternativa, mas competitiva: Diego Alves, Filipe Luis, Arão, Gustavo Henrique (Bruno Viana) e Matheusinho (Rodinei); João Gomes, Diego, Vitinho e Michael; Rodrigo Muniz e Bruno Henrique.